Agrupamento de Escolas de Albergaria-A-Velha

XIIIº Grande Prémio da Canção

Administrador /

A 13ª edição do Grande Prémio da Canção, um evento que mobiliza todos os anos a comunidade escolar de S. João de Loure e de Albergaria-a-Velha, teve lugar na noite do dia 02 de junho, pelas 21h30, na escola básica de S. João de Loure.
Pais, alunos e professores desfrutaram de um serão animado e pomposo, foram exibidos momentos coreografados por alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos, com danças e canções muito aplaudidas; o grupo de cantares de S. João de Loure - o Cantícis - também encantou a plateia, assim como o grupo de dança da escola secundária de Albergaria-a-Velha, orientado pela professora Natércia; os alunos do 1ºciclo da escola básica de S. João de Loure surpreenderam maravilhosamente com a peça musical “Deixem-nos ser Alice, piratas, zorros, panteras…”, ensaiada pelos professores titulares de turma Alexandre Saraiva, Marisa Silva, Fernando Baptista, Graça Anastácio e Eduarda Braga. Por último, e não menos importante, a magnífica orquestra Big Band Vila de Angeja, dirigida pelo Maestro Nuno Santos, além das canções a concurso.
Esta festa foi esplendorosa; marcou, mais uma vez, com a sua musicalidade, criatividade, beleza e eloquência, num ambiente clima de grande festa, convívio e euforia. A plateia estava animadíssima e ávida de música. Os concorrentes, impacientes e ansiosos por cantar, foram sete. Demonstraram um talento inato, sensível e muito profissional. Toda a paixão, transmitida por estes jovens cantores, dificultou, e muito, a tarefa árdua e imparcial do júri. A grande vencedora foi a Inês Lopes, com a canção “Hallelujah”. A Mariana Henriques com a canção “Meu Amor de Longe” ficou em segundo lugar. Destacaram-se os alunos Martim Santos pela menção de melhor Presença em Palco; a menção melhor Figurino foi para Jaqueline Pitois; a Sara Vidal destacou-se como a melhor Interpretação; o melhor Timbre foi para a Daniela Silva. Por fim, a menção Revelação foi atribuída a Ana Abrantes. Todos os concorrentes estão de parabéns: encantaram, fizeram sonhar e assumiram uma postura de grande profissionalismo. O júri foi constituído pelos seguintes elementos: Patrícia Mortágua, Filomena Bastos, Delfina Cunha, Maestro Adriano Sabença e Eugénia Moura.
No decorrer da noite e durante os ensaios ao longo do ano letivo, o organizador do evento, João M. Gomes Costa, professor de Educação Musical, diz que “a Música é uma linguagem que todos conhecem, todos ouvem e todos apreciam. Neste evento, quis-se cativar a atenção da comunidade educativa, a fim de lhe dar a conhecer um mundo repleto de musicalidade e de beleza artística. Para isso, houve muito trabalho e dedicação por parte dos concorrentes, nesse sentido”. Considera, ainda, que “a música é uma linguagem universal, as emoções que brotam em cada um de nós, raramente são traduzíveis por palavras e não é necessário saber ler pautas para se sentir a música e frui-la na sua plenitude. É uma arte fundamental na vida de todos e transmite harmonia, equilíbrio e bem-estar.” Acrescentou que, “no decorrer do espetáculo, também houve a preocupação de oferecer, ao público, atuações de dança, o complemento perfeito da música”.
Um agradecimento muito especial aos alunos participantes que, com muita dedicação, empenho e profissionalismo, prepararam as suas atuações com imenso brilho e desenvoltura, mas também aos professores presentes, bem como aos assistentes operacionais que, com desvelo, tornaram o espaço, onde a festa decorreu, ainda mais acolhedor.
Em suma, não podemos deixar de relembrar que a noite foi sumptuosa, plena de criatividade e repleta de beleza. Ansiamos por mais um Grande Prémio da Canção!

Professor dinamizador: João M. Gomes Costa, professor de Educação Musical do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha.

Vejam aqui o VÍDEO que alunos do curso de Multimédia realizaram.